Caminhada contra a obesidade reúne mais de 1000 no Taquaral

(03/12/2014) O Grupo Multidisciplinar do ambulatório de Cirurgia Bariátrica do Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp, realizou no domingo (07/12), a 7ª Caminhada de Prevenção à Obesidade. O evento aconteceu das 8 às 12 horas, na Lagoa do Taquaral (portão 1). No dia foram cadastrados casos novos de obesidade mórbida para o Grupo Pré-Operatório de Cirurgia Bariátrica. O público também teve acesso a orientação nutricional, cálculo de IMC (Índice de massa corpórea), teste de glicemia (Diabetes) e medida de pressão arterial.

Médicos, residentes, alunos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos e professores da FCM e do Hospital de Clínicas participaram para orientar a população. Segundo o coordenador da caminhada, professor Elinton Chaim, não houve uma idade específica para a participação no evento já que a caminhada teve como propósito, alertar a população em relação aos riscos para a saúde acarretados pela obesidade.
 
O Ambulatório de Cirurgia Bariátrica do HC da Unicamp iniciou as atividades em 1998 e já realizou mais de 1200 cirurgias bariátricas, inclusive no HES-Unicamp. Desse total, mais de 80% são mulheres com idade entre 20 e 40 anos. Aproximadamente 50% dos obesos cadastrados pelo HC são diabéticos, quase 90% têm hipertensão e em média os pacientes não ultrapassam os 40 anos. A fila de espera para o procedimento no HC é de cerca de 2000 pessoas.
 
"A obesidade é um problema de saúde pública que precisa ser ampliado. É importante mostrar o quanto o sedentarismo pode agravar problemas de saúde relacionados ao excesso de peso", alerta Chaim. Para o cirurgião, a realização da caminhada e dos exercícios físicos diários são atitudes simples com bom efeito na prevenção da obesidade.

Obesidade

O levantamento realizado pelo programa "Meu Pratinho Saudável", em parceria com o Instituto do Coração (InCor), aponta que 45% das crianças e adolescentes paulistas estão com sobrepeso ou obesidade infantil. No cenário nacional, de acordo com a pesquisa da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), em 2012, mais da metade da população brasileira, a partir de 18 anos, está acima do peso ideal. O estudo também revela que a obesidade atinge 17% da população.

Cirurgia

Nos últimos cinco anos, o número de cirurgias de redução de estômago aumentou quase 90% no Brasil. Atualmente, o HC realiza uma média de 20 cirurgias mês. “A cirurgia deve ser o último recurso contra a obesidade”, alerta Chaim. Ele explica que o objetivo não é aumentar o número de cirurgias realizadas, mas sim prevenir que a população alcance o grau de obesidade mórbida, na qual a intervenção cirúrgica se faz necessária. “A melhora na qualidade de vida é a redução na quantidade de procedimentos necessários e não o contrário”, completa.

HC

O Ambulatório de Cirurgia Bariátrica do HC atende cerca de 150 pessoas por mês com excesso de peso ou obesidade. O hospital é o único na região 100% SUS a disponibilizar a cirurgia. Os pacientes passam por uma entrevista inicial e participam do grupo multidisciplinar de acompanhamento, composto por nutricionistas, psicólogos, psiquiatras, fisioterapeutas, enfermeiros e médicos. É necessário perder entre 10 e 20% do peso antes da cirurgia.
 
Serviço
7ª Caminhada de Prevenção à Obesidade e Cadastro para o Grupo Pré-Operatório de Cirurgia Bariátrica do HC-Unicamp
Dia: 07 de dezembro (domingo)
Local: Parque Portugal – Lagoa do Taquaral (portão 1)
Horário: 8h às 12h

Assista matérias veiculadas no Jornal da EPTV aqui e na TVB Record aqui
Leia matérias no jornal Correio Popular aqui, aqui e aqui e no Portal G1 de Campinas aqui e aqui

Caius Lucilius com Caroline Roque
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save