Superintendente lança livro em congresso brasileiro

(22/11/2013) Foi lançado na última quinta-feira (21/11), no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, a 4ª edição do livro Reumatologia: Diagnóstico e Tratamento, que tem entre os autores o professor Manoel Barros Bértolo, chefe da Disciplina de Reumatologia da FCM e superintendente do HC. A edição tem ainda a participação de docentes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Marco Antônio P. Carvalho, Cristina Costa Duarte Lanna e Gilda Aparecida Ferreira. A obra conta com 48 capítulos distribuídos em 752 páginas, que abrangem conceitos básicos sobre o sistema imune e a patogênese das doenças reumáticas, epidemiologia, manifestações clínicas e os avanços no diagnóstico e tratamento.
 
Segundo Manoel Bértolo, atualmente são reconhecidas e classificadas mais de 150 doenças reumáticas, que afetam milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, elas são consideradas a terceira principal causa de incapacidade para o trabalho. "A revisão cuidadosa do último livro tornaram esta edição mais moderna e mais adequada para atender interessados sejam eles estudantes de medicina, reumatologistas, clínicos gerais e profissionais de saúde que atendem pessoas com queixas musculoesquelético localizados ou como parte de doenças sistêmicas", esclarece Bértolo.
 
O lançamento ocorreu durante o XXX Congresso Brasileiro de Reumatologia, que acontece em Olinda até domingo e reúne especialistas de todo país e estrangeiros. Um dos temas do evento e do livro é a artrite reumatoíde, que afeta aproximadamente de 0,5% a 1% da população brasileira, o que leva o País a ter um índice de pelo menos 900 mil pacientes com a doença. Incurável, a enfermidade é crônica, inflamatória e atinge as articulações e as membranas que envolvem alguns órgãos. "A evolução da medicina em diagnóstico e tratamento está cada vez mais próxima da minimização dos impactos das doenças", ressalta.
 
Nesse cenário, os medicamentos - em especial os biológicos - representaram um grande avanço, pois a maioria evoluiu de drogas somente sintomáticas para drogas modificadoras da evolução de doença. De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia no país estima-se que existam mais de 15 milhões de pessoas acometidas por doenças reumáticas. A aquisição do livro pode ser feita diretamente na editora através do site www.grupogen.com.br que é especializada em publicações médicas científicas.
 
Caius Lucilius
Share/Save