HC integra o mais moderno sistema de dados para transplantes do mundo

Informações de doadores e receptores serão transmitidas via internet, dando mais agilidade e eficiência aos transplantes.

(07/07/2006) - A Central de Captação de Órgãos do HC vai integrar o mais moderno sistema informatizado de transplantes do mundo, lançado nesta sexta-feira (7/7), pela Secretaria de Estado da Saúde. Doadores e receptores do Estado serão cadastrados e terão todos os dados atualizados on-line, 24 horas por dia, de qualquer parte do planeta. O coordenador da OPO no HC, Dr. Helder Zambelli participou do lançamento em São Paulo.

Desenvolvido pelo Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, da Secretaria, e pelo Instituto de Pesquisa Tecnológicas (IPT) do Estado, o novo sistema permite a entrada de dados de receptores, doadores, exames laboratoriais e status de pacientes diretamente pela internet, sem a necessidade de envio de formulários por fax ou correio para a Central de Transplantes, como ocorria anteriormente.

Em média, 90 mil documentos de pacientes são enviados ao ano para a Central, o que resulta em 1 milhão de dados inseridos ou atualizados manualmente. Com o novo sistema todas as informações passam a ser repassadas diretamente pelas equipes responsáveis pelos pacientes, evitando erros de digitação, extravio de documentos e demora para inserção de dados.

Para ter acesso ao sistema os responsáveis pelas Organizações de Procura de Órgãos do Estado receberão login e senha, além de cartão de segurança, sendo possível a entrada de dados de qualquer local onde haja computador com acesso à internet. Todos os acessos, no entanto, serão registrados e monitorados, permitindo controle total da Central sobre as informações repassadas. “O fluxo de transplantes em São Paulo ganha mais agilidade e eficiência, já que todas as informações estarão em constante atualização”, afirma o coordenador da Central, Luiz Augusto Pereira.

As equipes que realizam transplante de coração são as primeiras a operar com o novo sistema. Até o final do ano todas as outras equipes de transplantes do Estado e laboratórios de histocompatibilidade terão acesso ao novo sistema. Outra novidade, a ser implantada até o fim do ano, será de extrema importância para os pacientes cadastrados na Central de Transplantes. Eles poderão consultar, por intermédio do site da Secretaria (www.saude.sp.gov.br), prontuário completo, situação em lista de espera, e informações sobre transplantes no Estado. Hoje o acesso é apenas à posição na lista de espera.

 

Caius Lucilius
Assessoria de Imprensa do HC UNICAMP

Share/Save