Semana Mundial da Voz ultrapassa 300 atendimentos no HC

(18/04/2007) De dores de garganta à rouquidão. Os mais de 300 pacientes que obtiveram atendimento na Semana da Voz até agora apresentam sintomas variados. O paciente que estiver com problemas na voz pode procurar o ambulatório de otorrino no 2º andar até sexta-feira (20) das 8 às 16 horas. Em comemoração a Semana Mundial da Voz, a disciplina de Otorrinolaringologia da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp preparou uma série de atividades. A caminhada na lagoa do Taquaral, no último domingo, reuniu mais de 100 pessoas.

Ontem, dia 17, o Coral Zíper na Boca se apresentou no ambulatório de otorrino. O objetivo da Campanha é orientar e prevenir doenças que atingem o aparelho vocal. Segundo o chefe da disciplina da Otorrinolaringologia da FCM e coordenador Estadual da Campanha Nacional da Voz - São Paulo Interior, prof. Agrício Crespo, o atendimento será direcionado prioritariamente ao paciente que estiver com rouquidão. Esse sintoma pode ser um indicativo de câncer na laringe, se permanecer por mais de 15 dias.

A Academia Brasileira de Laringologia e Voz (ABLV) esclarece que dores constantes de garganta, sensação de incômodo ao engolir e perda da voz são alguns sinais e sintomas que devem colocar o paciente em alerta. Em 2006, a campanha no HC realizou 600 atendimentos durante dois dias. Este ano, a previsão é de que mais de 1000 pessoas comparecem ao HC da Unicamp durante a Semana da Voz.

De acordo com o otorrinolaringologista do HC da Unicamp e organizador da Campanha Nacional da Voz do interior de São Paulo, Carlos Takahiro Chone, a campanha tem o objetivo de conscientizar a população para exames de prevenção de câncer na laringe e outros problemas de saúde ligados à voz. "O Brasil é vice-campeão mundial em mortalidade por câncer de laringe. Uma vez que o paciente faz exames preventivos ou adere ao tratamento no início da doença, as chances de cura podem chegar a 100 por cento", explica Chone.

A Campanha da Voz foi criada pela ABLV em 1999. Esta 9ª edição conta com o apoio dos atores Tarcísio Meira e Glória Menezes e da cantora Cláudia Leite. Mais de três mil profissionais da área de otorrino e fonoaudiologia em todo o Brasil, devem participar da campanha. No HC, vários funcionários também colaborarão com a campanha como enfermeiros, médicos das disciplinas, fonoaudiólogos, residentes e alunos de medicina.

 

Caius Lucilius com Bruna Bazzo
Assessoria de Imprensa do HC UNICAMP

Share/Save