Funcionário do HC é co-autor de livro lançado na Bienal

(15/08/2008) O livro “Livro de Todos – O mistério do Texto roubado”, que será lançado na 20ª Bienal do Livro de São Paulo, no dia 16 de agosto, tem a co-autoria do funcionário do Núcleo de Informática do HC da Unicamp, Samuel de Souza França. A obra foi escrita por 173 autores diferentes e nasceu no site “Livro de todos”, no qual todos os colaboradores entraram e postaram seus textos. Uma comissão avaliadora selecionou e editou os textos enviados e, dia após dia, a história ia se completando pelas mãos dos diversos colaboradores.

Samuel ficou sabendo do site pela Internet. “Costumo visitar sites de educação e cultura, e foi assim que fiquei sabendo do Livro de Todos. Resolvi participar pois percebi que a iniciativa era algo inédito”, conta. O técnico em informática diz ainda que sempre escreveu, mas nunca publicou nada. “Participar deste projeto é um incentivo a mais para que publique meus contos, que geralmente falam sobre o cotidiano”, comenta Samuel. Ele acredita que o livro será um bom incentivo para que jovens se interessem pela literatura por meio da internet. “O tema do livro é a prova de que é possível unir internet e literatura. Jovens que passam o dia navegando, terão um incentivo a mais para ler e se informar”, conclui o co-autor.

A iniciativa de fazer dos textos um único livro foi do premiado escritor Moacyr Scliar, que escreveu o primeiro capítulo, que serviu de guia para os outros co-autores . A trama começa com a história do adolescente Bruno, apaixonado por leitura, que tem seu notebook roubado e com ele o início do seu livro. A partir daí o romance policial infanto-juvenil ganha a participação dos internautas que inserem na obra seus textos e personagens. Em meio aos autores desconhecidos há best-sellers como Roberto Shinyashiki e Menalton Braff. Samuel França escreveu sobre o interesse de Bruno em achar seu notebook, mas afirma que o trecho, certamente, está modificado pela interferência dos demais autores.

A 20ª Bienal do Livro de São Paulo começou na última quinta-feira, 14, e vai até o próximo dia 24, no Pavilhão de Exposições do Anhembi em São Paulo, diariamente das 10 às 22 horas. A feira terá cerca de 4 mil lançamentos e por volta de 2 milhões de títulos à venda, entre literatura nacional e estrangeira. O “Livro de Todos – O mistério do Texto roubado” será lançado no dia 16 de agosto, sábado, às 17 horas, no estande da Imprensa Oficial do Estado – Imesp.

 

Caius Lucilius com Gláucia SantiagoAntonio Scarpinetti (fotos)
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save