Oftalmologia da Unicamp homenageia pioneiro do Projeto Catarata no Brasil

(15/07/2008) Em razão de sua aposentadoria e por sua dedicação de 31 anos ao Departamento de Oftalmo/Otorrino da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, o oftalmologista Newton Kara José foi homenageado nesta terça-feira, 15 de julho, em cerimônia pelo reconhecimento aos seus serviços prestados.

Newton Kara José está na Unicamp desde 1977 e foi o idealizador do Centro de Referência em Oftalmologia do HC, reabriu o programa de residentes na oftalmo, criou o Núcleo de Prevenção de Cegueira, além de ser um dos responsáveis pela criação do Projeto Catarata no Brasil. Dr. Newton dedicou-se ao longo destes anos a pesquisas cientificas na área de oftalmologia e também ao trabalho de extensão, prestando atendimento a toda comunidade.

O Projeto Catarata, por exemplo, reconhecido como uma das mais importantes estratégias para o atendimento de deficientes visuais em países do terceiro mundo e premiado internacionalmente, foi realizado regularmente em Campinas e em outras cidades do país por mais de 20 anos. Várias equipes foram formadas e levaram a cura para mais de 150 cidades brasileiras. Durante esse período, foram realizados mais de cinco milhões de consultas, resultando em cerca de 1 milhão de cirurgias.

A homenagem solene contou com a presença do coordenador geral da Unicamp, Prof. Dr. Fernando Ferreira Costa; do diretor da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) Prof. Dr. José Antonio Rocha Gontijo; do superintendente do HC Prof.Dr. Luiz Carlos Zeferino; da chefe do Depto de Oftalmo/Otorrino da FCM Prof.Drª Keila de Carvalho; do pró-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários da Unicamp Prof. Dr. Mohamed Habib, do coordenador de saúde do distrito norte de Campinas Dr. Edison da Silveira; do secretário geral do Conselho Brasileiro de Oftalmologia Prof.Dr. Nilo Holzchuh; do chefe da Disciplina de Oftalmologia da FCM Prof. Dr. Valdir Balarin; do chefe da Disciplina de Otorrinolaringologia da FCM Prof. Dr. Agrício Nubiato Crespo e do conselheiro do CRM do Estado de São Paulo Prof.Dr. Adamo Lui Neto. Prestigiaram também a solenidade residentes e funcionários da oftalmologia do HC, familiares e amigos de Newton.

Em sua fala, o superintendente do HC ressaltou o valor das pessoas que trabalham no hospital e referiu-se ao homenageado como um grande profissional, que deixa um importante legado que qualifica a instituição. Zeferino concluiu seu discurso utilizando-se de uma frase dita por Newton Kara José: “Não temos grandes prédios, temos grandes pessoas”. O diretor da FCM observou o papel de Newton enquanto docente, bem como seu trabalho junto à Faculdade de Ciências Médicas. “O Dr. Newton criou uma disciplina que saiu do nada e que hoje tem repercussão nacional e internacional. Ele foi empreendedor e conseguiu criar vínculos entre universidade e comunidade”, disse Gontijo. O coordenador geral da Unicamp também falou da extensão à comunidade nas atividades conduzidas por Kara José "Newton fez uma relevante ação em termos de extensão à comunidade, tarefa feita de forma pioneira e exemplar. Seu legado permanecerá para sempre na Unicamp", observou Fernando Costa.

Todos os demais componentes da mesa falaram do pioneirismo, da dedicação à profissão e do legado deixado por Newton Kara José para a oftalmologia. Além deles, Flávio Nero Miushi, residente da oftalmo, também prestou homenagem ao professor em nome de todos os residentes da área e disse que “O professor Newton é exemplo para médicos de todas as especialidades”. A oftalmologista Denise Fornazari ressaltou também a importância do “mestre” Kara José, “Este é um homem que dedicou sua vida à assistência. Suas idéias são referência nas ações de saúde ocular. É o nosso mestre e a sua marca está em tudo o que de bom aconteceu nestes 50 anos de Oftalmologia", pontuou Denise.

Em seu discurso, o homenageado agradeceu a todos e disse que continuará colaborando com a Universidade. Newton disse ainda que manterá seu hábito de estimular todos com quem trabalha em busca de bons resultados. Além disso, falou da importância do trabalho dos residentes. Segundo ele, hoje são 400 residentes de oftalmologia espalhados pelo país saídos da Unicamp, sendo que 95% deles têm sucesso profissional. Para Kara José estes bons profissionais além de elevar a especialidade de oftalmologia são exemplos e mostram que a marca Unicamp é muito forte em todo país.

Caius Lucilius com Gláucia Santiago e Isabel Gardenal
Assessoria de Imprensa do HC UNICAMP
 

 

 

 

Share/Save