Oficina expõe aos funcionários do HC a importância da doação de órgãos

(28/05/2008) A Organização para Procura de Órgãos (OPO) e a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes do HC da Unicamp promoveram neste dia 28 de maio uma oficina para os funcionários do hospital, com o objetivo de orientá-los sobre a cultura de transplantes de órgãos. As oficinas foram realizadas no período da manhã e da tarde. Nelson Adami Andreollo, chefe do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp e coordenador da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos, abriu oficialmente o evento, que seguiu, nos dois períodos, com palestras de Eliete Bachega, enfermeira da OPO, Christiana Russo, enfermeira chefe do centro cirúrgico e Marli Fernandes, do serviço social.

Segundo Nelson Andreollo, a importância destas oficinas é mostrar aos funcionários de todo o HC, seja ele da área de saúde ou administrativa, como funciona o processo de doação de órgãos, desde os cuidados com a família do doador, a forma de captação e transplante. Saber como se dá este processo é fundamental para que os funcionários possam informar, encaminhar e atender às famílias com o devido cuidado e com procedimento correto, além de aprimorar o atendimento dos funcionários já envolvidos neste procedimento, afirma.

As outras palestras abordaram temas como a logística da captação de órgãos e tecidos, a relação dos profissionais do hospital com as famílias doadoras, o Sistema Nacional de Doação de órgãos, legislação, entre outros. Segundo a organização, estas oficinas ocorrerão todos os meses, abertas a todos os funcionários do HC. Ainda no dia 18 de junho, está programado um Simpósio de Doação de Órgãos e Transplantes no hospital.

Nelson informou ainda que para este ano, o HC pretende inaugurar uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) apenas para transplantes. Nesta unidade serão atendidos possíveis doadores do hospital e os identificados em Campinas e região, candidatos ao transplante e pacientes já transplantados. Segundo o médico esta será a única UTI do Estado dedicada especialmente a transplantes, que contará, inclusive, com uma equipe multidisciplinar.

 

Caius Lucilius com Gláucia Santiago
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save