HC da Unicamp realiza cirurgia inédita para reabilitação auditiva

(25/02/2008) A equipe médica da disciplina de otorrinolaringologia do HC da Unicamp realizou neste final de semana, a 1ª cirurgia da América Latina denominada “Vibrant sound bridge” destinada à reabilitação auditiva. O procedimento foi bem sucedido e conduzido pelo médico norte-americano José Fayad e pela equipe do HC. A cirurgia consiste em implantar um dispositivo que é acoplado ao ouvido interno (micro ossículo da bigorna) e que vai estimular a vibração diretamente na cadeia ossicular. O professor norte americano foi palestrante convidado do 1º Workshop em Reabilitação Auditiva da Unicamp, promovido pela Disciplina de Otorrinolaringologia da FCM. O médico norte-americano coordena esse tipo de implante no maior centro de reabilitação auditiva dos Estados Unidos - House Year Institute, sediado em Los Angeles.

O Evento começou na sexta-feira e terminou no sábado (23/02) com três cirurgias/aula práticas e transmissão ao vivo para os participantes do evento e outras faculdades de medicina. As outras duas cirurgias realizadas foram de próteses semi-implantáveis “BAHA” (sigla inglesa que significa bone anchored hearing aid) e implante coclear já realizado na rotina do hospital. A cirurgia-aula do tipo “BAHA” é destinada à pacientes com perda auditiva do tipo condutiva e consiste na implantação de um pino de titânio no osso da mastóide, sendo que transmite energia sonora através de vibração. No Brasil, apenas três cirurgias desse tipo foram realizadas até hoje - duas na HC da USP e uma na Unicamp.

De acordo com o professor Jorge Rizzato Pascoal, que integrou a equipe cirúrgica, todos os procedimentos foram bem sucedidos e os pacientes já tiveram alta. Ele explica que as técnicas “vibrant sound bridge” e “BAHA” são destinadas a pacientes que não se encaixam nas cirurgias de implante coclear. “Trata-se de novas tecnologias que estão dando certo nos EUA, Europa e Austrália, e que podem se tornar acessível para pacientes que não tinham esperança com as técnicas disponíveis hoje no país”, explica Pascoal. Os equipamentos, estimados em U$$ 12 mil cada um, foram adquiridos pelo Centro de Estudos em Otorrinolaringologia da Disciplina de Otorino da Unicamp.

O evento contou com a presença de cerca de 200 pessoas entre médicos e fonoaudiólogos e foi coordenado pelo professor Agrício Crespo e contou com apoio da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e da Sociedade Brasileira de Otologia. Essa é a primeira vez no Brasil que um evento é realizado com foco especial em todas as possibilidades de reabilitação do deficiente auditivo. “O HC da Unicamp é referência nacional e internacional na área de reabilitação auditiva e recebe pacientes de todo País e até da América Latina para tratamento, uma vez que é um dos poucos centros credenciados pelo ministério da saúde para realizar tratamentos de alta complexidade em saúde auditiva”, comenta o professor Agrício Crespo.

Caius Lucilius
Assessoria de Imprensa do HC UNICAMP

Share/Save