HC promove Campanha de Prevenção ao Câncer de Pele

(21/11/2005) O Ambulatório de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Unicamp promove no dia 10/12 (sábado), a Campanha Nacional de Prevenção do Câncer de Pele, com objetivo de detectar lesões suspeitas e tratá-las. Cerca de 15 docentes, médicos assistentes, residentes, alunos da graduação e enfermagem estarão no ambulatório de Dermatologia do Hospital de Clínicas (3º andar) realizando exame completo da pele da população com orientação sobre a prevenção e a detecção precoce da doença.

A expectativa é que 500 pessoas venham até a Unicamp. No ano passado, cerca de 340 pacientes receberam orientações e foram detectados 31 tumores sendo um de melanoma, o tumor da pele mais agressivo e potencialmente fatal, caso não seja diagnosticado precocemente. Todos os casos foram tratados e estão em acompanhamento clínico. O horário de atendimento será das 9 às 16 horas é será aberto ao público em geral.

Promovida anualmente desde 1999 pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele reúne em todo país, mais de 1000 dermatologistas voluntários. Em 2003 foram avaliados 37.853 pessoas sendo 3108 casos com diagnóstico de câncer de pele. Destes, 209 casos foram de tumor melanoma, muito agressivo e até fatal. No Estado de São Paulo, foram atendidas 11431 pessoas, sendo diagnosticados 1026 casos novos de câncer de pele.

Os sinais de risco para o câncer de pele são:

  • pele clara, sardas ou múltiplas pintas;
  • antecedente pessoal de câncer de pele ou casos de câncer de pele na família;
  • exposição frequente ao sol no trabalho ou no lazer;
  • pintas enegrecidas, que apresentam cores diferentes, coçam ou sangram ou cresceram rapidamente;
  • feridas que não cicatrizam ou lesões secas e ásperas na pele exposta.

Todos os exames são registrados em um protocolo de atendimento, que permitem o Ambulatório de Dermatologia e a SBD desenvolver estatísticas confiáveis sobre o perfil e as características dos brasileiros que poderiam desenvolver - ou não - o câncer da pele. As pessoas examinadas recebem um panfleto com diversas orientações sobre exposição solar, além de um boné ou uma camiseta da Campanha.

Segundo o INCA - Instituto Nacional do Câncer- a previsão de ocorrência de casos novos para 2004 é de aproximadamente 86.500. No dia da campanha, os serviços de dermatologia credenciados pela SBD estarão recebendo, examinando, orientando, diagnosticando e encaminhando para tratamento todas as pessoas que tiverem dúvidas sobre este tema ou que suspeitam de alguma lesão de pele.

Dra Renata Ferreira Magalhães Médica da Disciplina de Dermatologia - FCM Coordenadora da Campanha do Cânce de Pele 2005. Fones 3788-7602 3788-7776 ou no site http://www.sbd.org.br/campanha/

 

Caius Lucilius
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save