Convênio com Beneficência Portuguesa completa 1 ano

(01/07/2010) O Convênio entre o Hospital de Clínicas da Unicamp com o Hospital Beneficência Portuguesa de Campinas completou nesta semana um ano. Neste período foram internados na enfermaria da Beneficência, 1087 pacientes, o que representou um grande impacto na permanência de pacientes em macas na Unidade de Urgência Referenciada (UER) do HC da Unicamp. As especialidades que mais transferiram pacientes foram medicina interna, pneumologia, nefrologia, neurologia, cardiologia, hematologia, oncologia e cirurgia vascular. O convênio com a Unicamp, viabilizado pela Secretaria de Estado da Saúde, dispõem de 20 leitos para pacientes adultos de média e alta complexidade.

Segundo o superintendente do HC, Manoel Barros Bértolo, a parceria estabelecida entre o HC da Unicamp e a Real Sociedade Portuguesa de Beneficência, com aval da Secretaria de Estado da Saúde, teve o propósito de ampliar a capacidade de internação de pacientes com diagnóstico estabelecido e terapêutica definida, bem como reduzir o número de pacientes em maca da Unidade de Urgência Referenciada. “Houve um grande impacto na permanência de pacientes em macas na UER. Antes do convênio, cerca de 80% dos pacientes permaneciam de dois a cinco dias em macas e após o convênio, noventa por cento dos pacientes permanecem, em média, até dois dias”, enfatizou Bértolo.

A médica Mirella Povinelli, supervisora médica da UER adulto e dos leitos na Beneficência, explica que o convênio apresentou bons resultados assistenciais no período com avaliações muito satisfatórias dos usuários. “A média de permanência, em função da complexidade foi de 5,8 dias com uma taxa média de ocupação de 88 por cento. Os índices são muito bons se comparados a média nacional”, ressalta Mirella Povinelli. De acordo com ela os diagnósticos mais frequentes foram pneumonia, sepse (infecção generalizada), insuficiência respiratória, pielonefrite, infecção de partes moles, trombose venosa profunda, insuficiencia cardíaca, neutropenia febril e insuficiencia renal aguda e crônica agudizada.

“A parceria firmada entre a Beneficência, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e o Hospital das Clinicas da Unicamp é histórica e pioneira na região de Campinas e de grande alcance social. O serviço é realizado por uma equipe multidisciplinar com qualidade e humanização. Com a construção da segunda unidade de UTI do Hospital, que ficará pronta em 90 dias, a Beneficência pretende disponibilizar mais leitos para o HC e ampliar essa parceria que veio para ficar”, afirma Arly de Lara Romeo, Presidente da Real Sociedade Portuguesa de Beneficência.

O convênio tem estabelecido rotinas permanentes de reunião com o grupo gestor, com participação da DRS-7, representante do Estado, representantes da Unicamp e Beneficência, onde são discutidos os resultados e sugeridas propostas para melhorias. A médica Mirella Povinelli também destacou o atendimento e os cuidados destinados aos pacientes, “o grande ganho para essas 1100 pessoas foi a possibilidade de humanizar o atendimento e levar os médicos e a qualidade do HC para a Beneficiência Portuguesa”, explica Povinelli.

 

Caius Lucilius e Paula da Conceição
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save