Governador Geraldo Alckmin entrega 19 novos leitos de UTI

(28/01/2005) O governador Geraldo Alckmin entregou no dia 28/01, 19 leitos de UTI para o Hospital das Clínicas da Unicamp e aproveitou para dar outra boa notícia: a liberação de cerca de R$ 1,2 milhão para implantação de 18 leitos de UTI da Unidade de Transplantes. Os novos leitos vão dobrar a capacidade instalada no hospital.

Alckmin foi recebido na entrada do HC pelo reitor Carlos Henrique de Brito Cruz, pelo vice-reitor José Tadeu Jorge, pelo superintendente do HC Ivan Toro e pela diretora da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Universidade, Lilian Tereza Lavras Costallat, entre outras autoridades. A comitiva do governador incluiu o secretário de Saúde do Estado, Luiz Roberto Barradas Barata, e o secretário de Segurança, Saulo de Castro Abreu Filho.

A solenidade aconteceu no anfiteatro do hospital, logo após o lançamento da campanha “A Vida Com Vida”, de incentivo a doações de órgãos realizada em Jaguariúna, com a concessionária Renovias e a Associação Doe Vida. A campanha “A Vida Com Vida” busca conscientizar os viajantes sobre a importância da doação de órgãos e tecidos. A atriz Glória Pires é a madrinha da campanha e esteve presente no evento.

Com a área inaugurada, graças aos recursos de R$ 2,1 milhões repassados pelo governo do Estado em 2003, o HC da Unicamp dobra a capacidade de atendimento de sua UTI, que de 18 leitos disponíveis passa a contar com 37. Somando-se a estes os leitos já existentes na UTI infantil e os 11 leitos recém-anunciados pelo governador, a UTI passará a contar, em breve, com 58 leitos. "Com isso, o HC da Unicamp terá 15% de seus 403 leitos dedicados à terapia intensiva de pacientes do SUS", disse o governador durante o anúncio.

Alckmin destacou que esses novos leitos vão dar uma boa retaguarda ao hospital, o que possibilitará ao HC implantar e ampliar seus serviços de transplante de órgão, que é uma grande conquista para a região. Para o superintendente do HC Ivan Toro, a intenção é duplicar o número de cirurgias mais complexas e transplantes, conforme o plano de readequação do HC.

A Unicamp faz de 35 a 40 transplantes de fígado por ano. O acréscimo de mais leitos, ressalta o gastrocirurgião Luiz Sérgio Leonardi, diretor-executivo do Gastrocentro, além de aumentar a expectativa de sobrevida de muitos, permitirá realizar transplantes com intervivos, aqueles em que o parente se constitui doador do paciente. Cada transplantado fica internado na UTI dez dias em média. A área dos leitos para transplante está localizada no terceiro andar do HC.

 

Caius Lucilius com Isabel Gadernal
Assessoria de Imprensa do HC e ASCOM Unicamp

Share/Save