Liga do Trauma do HC realiza curso sobre prevenção de trauma

(10/03/2010) A Liga do Trauma, associação de acadêmicos que desenvolve ações extracurriculares de ensino, pesquisa e extensão, da disciplina da Cirurgia do Trauma do Hospital de Clínicas da Unicamp, organizou na última segunda-feira, 08 de março, um programa de prevenção de trauma para adolescentes.

O curso foi preparado pelos alunos do 3º e 4º ano da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, que fazem parte da liga, e contou com a coordenação do professor assistente doutor da disciplina da cirurgia do trauma, Gustavo Fraga. Os primeiros participantes foram os calouros da 48º turma do curso de medicina que receberam informações sobre causas de acidentes de trânsito, conheceram as unidades assistenciais do hospital e assistiram a palestras.

A idéia do projeto surgiu a partir de um programa desenvolvido há 20 anos no Canadá chamado P.A.R.T.Y Program (Prevent Alcohol and Risk Related Trauma in Youth), que desenvolve no Hospital de referência para o trauma, aulas semanais que faz com que os jovens participem de situações de contato com o trauma como: transporte, tratamento, reabilitação e fases de reintegração à comunidade. A idéia de trazer o P.A.R.T.Y para a Unicamp foi do professor Gustavo Fraga e teve o apoio do professor Mário Mantovani, chefe da disciplina de Cirurgia do Trauma.

Naoko Silveira, coordenadora do Núcleo de Prevenção de Violências e Acidentes e Promoção à Saúde da Prefeitura de Campinas e Ana Paula Belom, médica pós-graduanda, apresentaram aos alunos gráficos numéricos sobre a quantidade de acidentes de trânsito e mortalidades que ocorrem na cidade de Campinas. Já, Suzana Penido Sales, integrante do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, SAMU, explicou como o trabalho é realizado e apresentou um vídeo explicativo sobre o que acontece diariamente no SAMU e a maneira com que as emergências são abordadas. Os calouros ainda assistiram ao depoimento de Washington Moura, deficiente físico, que faz parte do Centro de Reabilitação de Sousas.

De acordo com Gustavo Fraga, o curso tem como meta oferecer aos jovens, informações sobre lesões provocadas por trauma, através de vídeos e aulas explicativas, de forma que compreendam situações de risco e, com isso, adotem comportamentos responsáveis e minimizem situações problemáticas, pois foi comprovado, através de estudos, que 90% dos traumas são passíveis de prevenção. “Pretendemos estender o curso aos educadores e as escolas de Campinas, visando aprimorar o projeto e colaborar na formação da consciência e responsabilidade dos jovens”, conclui Fraga.

 

Caius Lucilius com Paula da Conceição

Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

 

 

 

Share/Save