Laboratórios de Patologia Clínica recebem novos equipamentos

(08/04/2013) O Laboratório de Fisiologia da Divisão de Patologia Clínica do HC recebeu um novo equipamento para realização da análise de exames para dosagem hormonal. O Sistema de Imunoensaio Automatizado COBAS e-601 e o Analisador Modular COBAS série 6000 foram adquiridos através de um contrato com a empresa proprietária do equipamento. A nova tecnologia permite que o resultado de 70% dos exames laboratoriais diários, sejam disponibilizados em 24 horas a partir da coleta.

Os aparelhos foram incorporados pelo hospital por um comodato. Segundo a diretora administrativa do setor, Ana Lúcia Roscani Calusni, esse mecanismo permite que o HC tenha acesso a uma infra-estrutura moderna e que pode ser substituída ao fim do período de comodato, o que não aconteceria com a aquisição permanente dos aparelhos.

Os novos equipamentos processam com maior rapidez as amostras e liberam os resultados em menor tempo. Com a tecnologia de interfaciamento bidirecional, através da leitura do código de barras atribuído a cada amostra, o equipamento sabe qual o tipo de análise a ser feita e envia o resultado para um banco de dados. “Isso minimiza possíveis erros na troca ou transcrição das amostras”, afirma Ana Lúcia.

A incorporação de um analisador de imunoensaio com tecnologia de última geração e totalmente automatizado permitirá a análise de substâncias como soro, plama e urina. Juntos, eles são capazes de processar mais de 24 parâmetros de análise diferentes, como exames para dosagem de hormônios; marcadores tumorais e vitaminas.

O Sistema de Imunoensaio Automatizado COBAS e-601 e o Analisador são controlados por um software e estão completamente integrados a rede do hospital. Isso permite a integração entre diferentes laboratórios, com a atualização constante de dados técnicos e controle da localização de amostras e resultados. O COBAS permite uma nova dinâmica no laboratório, com otimização do tempo dos funcionários e maior capacidade para processar exames de urgência. Resultando em maior eficiência e qualidade para os pacientes.

Hematologia

O laboratório de Hematologia que também integra a divisão de Patologia Clínica do HC receberá até o final deste semestre, um novo equipamento, o CellaVision, um sistema digital de morfologia celular. Usado na análise de células no sangue e outros fluídos corporais, o novo equipamento usa um sistema de imagem digital para localizar e examinar as amostras de exames.

A supervisora do laboratório, Maria de Fátima Pereira Gilberti, explica que o aparelho passa a fazer o esfregaço, preparação das células em uma lâmina para análise, economizando o tempo dos profissionais. “Além do esfregaço, o equipamento faz também a análise das amostras e registra todos os resultados em uma biblioteca digital”, completa Gilberti.

Com a diminuição do tempo destinado a essa parte do processo, é possível destinar mais tempo e atenção a análises mais complexas. Mas a médica ressalta que os resultados serão sempre conferidos por um profissional do laboratório. “A tecnologia nos ajuda, mas a qualidade que diferencia o trabalho no laboratório é o conhecimento da equipe”.

O laboratório de hematologia funciona em período integral e realizou cerca de 40 mil exames no mês de março. A previsão é que a capacidade aumente mais de 50% com a chegada do aparelho e o tempo para entrega dos resultados seja reduzido. “Nós observamos uma mudança muito grande na automação dos laboratórios nos últimos anos e o paciente ganha em qualidade e agilidades nos diagnósticos”, afirma a médica.

 

Caius Lucilius com Jéssica Kruckenfellner

Assessoria de Imprensa do HC Unicamp
Share/Save