HC adquire novos ventiladores pulmonares

(03/01/2013) O Hospital de Clínicas da Unicamp incorporou ao seu parque tecnológico 35 novos ventiladores pulmonares, avaliados em R$ 1.327.000,00. Os recursos foram assegurados pela Universidade e pela Secretaria de Estado da Saúde. Desse total, cinco equipamentos foram adquiridos através de emenda orçamentária da deputada estadual Ana Perugini, totalizando R$ 100.900,00. Os novos aparelhos serão usados em diversas áreas do HC, principalmente em UTIs e enfermarias onde pacientes com quadros graves que necessitam de suporte ventilatório ao sistema respiratório.

“A aquisição destes aparelhos é uma demanda antiga, e eles vêm para substituir e suprir a demanda existente”, conta a enfermeira Rosana Decanini (foto) da Unidade Respiratória do HC. Os ventiladores mecânicos pulmonares são usados em pacientes que apresentam doenças respiratórias graves e auxiliam a troca gasosa no pulmão oferecer oxigênio (O2) e retirarando o dióxido de carbono (CO2). “Estes equipamentos são utilizados para várias doenças que levam a distúrbios respiratórios graves, como por exemplo, enfisema pulmonar, infecções respiratórias graves e doenças cardíacas”, completa.

Os ventiladores são usados também como suporte durante paradas respiratórias induzidas pela anestesia em operações cirúrgicas. Normalmente estes aparelhos são instalados em leitos de cuidados intensivos, como a UTI e em centros cirúrgicos para uso adulto e pediátrico. O uso no hospital é definido a partir das necessidades de cada quadro clínico. “A partir da complexidade e evolução de cada quadro, a necessidade do aparelho é estabelecida”, afirma Decanini.

A enfermeira explica que existem dois tipos de ventilação mecânica, a ventilação mecânica invasiva, quando um tubo é colocado através da traquéia. Este procedimento, explica, é usado normalmente em casos mais graves e a ventilação mecânica não invasiva, na qual o paciente utiliza uma máscara facial.

Atualmente, o HC possui 90 ventiladores mecânicos invasivos, 12 deles alugados e 12 não invasivos, do qual dois também são alugados. A demanda diária é de 100 aparelhos e com a aquisição dos novos ventiladores, os aparelhos alugados serão devolvidos proporcionando uma economia para o hospital.

Caius Lucilius com Jéssica Kruckenfellner

Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save