Superintendente do HC recebe título de cidadão campineiro

(23/09/2019) O superintendente do HC da Unicamp, professor Antonio Gonçalves de Oliveira Filho foi agraciado, na noite da última quinta-feira (12/9) com o título de cidadão Campineiro concedido pela Câmara dos Vereadores. A mais importante honraria da cidade, entregue a pessoas nascidas em outros municípios, aconteceu pela primeira vez no auditório da FCM e contou com presença de familiares, amigos e colaboradores da Unicamp.

A sessão solene extraordinária promovida Câmara contou com a apresentação da orquestra dos Patrulheiros de Campinas sob o comando do maestro Douglas Wagner. A iniciativa de homenagear o cirurgião pediátrico foi do vereador Luis Henrique Cirillo e aprovada por unanimidade pelos vereadores. “Entretanto, a autora intelectual do título foi a senhora Maria Angélica Paz, presidente do honra dos patrulheiros que sugeriu o nome do médico ao vereador em uma reunião informal em sua casa”, lembrou.

O vereador abriu o evento e disse que conceder a honraria foi mais do que justa ao Toninho como é carinhosamente chamado por amigos. “As pessoas que aqui estão retratam exatamente aquilo que você significa para todos nós”, sintetizou Cirillo que presidiu a cerimônia.

Integraram a mesa oficial da solenidade alé do vereador Cirillo o pró-reitor de Desenvolvimento Universitário, Francisco de Assis Magalhães Gomes Neto no ato representando o reitor Marcelo Knobel; o Diretor Executivo da Área da Saúde, Manoel Barros Bértolo, o Diretor da Faculdade de Ciências Médicas, Luiz Carlos Zeferino; Wesley Pacheco, presidente dos Patrulheiros Campinas; Luis Picolotto Neto presidente do grupo Avança Campinas e o amigo que fez a homenagem especial, médico e cirurgião Márcio Lopes Miranda.

O superintendente do HC da Unicamp iniciou seu discurso de agradecimento relembrando parte de sua trajetória profissional e pessoal em Campinas com passagem por vários hospitais como Centro Infantil Boldrini - o 1º emprego que durou 20 anos -, Mario Gatti, Casa de Saúde, Centro Médico etc. Toninho também falou do orgulho de receber o titulo de cidadão campineiro já que Campinas foi sua cidade de crescimento de conhecimento e espiritual desde 1987.

Em sua fala, o catanduvense que chegou a cursar engenharia em Guaratingueta, resgatou momentos com muitos amigos nessa trajetória, como a Dra Silvia Brandalise. Em seu aprendizado com ela recordou um dos momentos da pressão diária que vivia na instituição. “O Boldrini é parede, é porta. Aqui quem faz as coisas e quem tem de fazer a diferença são as pessoas”, enfatizou Brandalise na época para Toninho.

Visivelmente emocionado, Antonio Gonçalves de Oliveira Filho, que há vinte anos integra os quadros da Unicamp, pouco antes de terminar sua mensagem destacou a importância da missão de estar à frente de um dos maiores hospitais do país, 100% SUS, que tem provado dia a dia, sua excelência no Brasil e pelo mundo. “São dezenas de pessoas aqui presentes hoje que fazem a diferença em prol dos mais necessitados e que como eu, estão cada vez mais buscando valores eternos frente aos modernos”.

Antes de concluir seu discurso, Antonio Gonçalves de Oliveira Filho conduziu uma homenagem ao presidente dos Patrulheiros Campinas, Wesley Pacheco, com a participação do motorista do HC Unicamp há 40 anos, Nelson da Silva, ex-patrulheiro nos anos 70. “Meu coração aqui fez a minha morada”, encerrou agradecendo especialmente à família e a Dona Maria Angélica.

Um momento especial da sessão foi a homenagem do amigo de disciplina de cirurgia pediátrica por mais de 30 anos, Márcio Miranda. Sem conseguir conter as lágrimas, o Miranda traçou uma linha do tempo das virtudes do amigo. “Uma surpresa e honra muito grande ser convidado pra esta linda homenagem, pois eu quero mostrar à sociedade porque ele merece isso. Porque ele salvou muitas vidas, eu presenciei isso e tive a grata satisfação de apreender muito com essa pessoa”, relatou.

Em sua justificativa, Márcio Miranda explicou que junto com o homenageado viveu momentos de gloria e derrotas. “Perdi a conta que quantas vezes entramos em cirurgias para enfrentar a morte e a sobrevivência dessas crianças estavam nas mãos habilidosas desse médico que vocês conhecem muito bem”, atestou Miranda.

Márcio Miranda usou da palavra para ressaltar a humildade e a gratidão do homenageado. Para o amigo, o sucesso significa a vida que salvou e o seu compromisso com o cuidado das pessoas contagia qualquer a todos. Foi por isso, diz, que tinha o dever de abrir para que todos da disciplina enviassem uma mensagem. “Trazer apenas a minha mensagem seria um grande erro, já que foram muitas enviadas”, sentenciou.

Para o amigo de disciplina professor Joaquim Bustorff: “O Toninho é uma dessas raras pessoas que se pergunta o dia inteiro como eu posso contribuir para ajudar? Qualquer lugar seria uma honra ter um cidadão como ele”, escreveu Bustorff. Já Giovana, ex-aluna e agora docente em outra faculdade disse: “Seu exemplo não é uma escola, é uma universidade. Sempre nos ilumina com decisões práticas de salvar uma vida”.

Durante a sessão, todos os membros da mesa fizeram discursos de homenagem ao professor Antonio Gonçalves de Oliveira Filho. Em comum nas mensagens “Um cidadão de muita personalidade, gratidão e nós temos muito orgulho de seus atos”.

Caius Lucilius 
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

João Marques
Fotografias
 

Share/Save