​HC recebe modernas camas especiais para ortopedia

(30/07/2019) Após 30 anos em uso na enfermaria de ortopedia e traumatologia, as camas ortopédicas manuais com quadro balcânico foram substituídas por modernas camas elétricas com a mesma função. São 16 camas balcânicas modelo fawler marca Paramount adquiridas por R$ 445.760,00 e instaladas na enfermaria. Elas possuem inúmeras angulações e o quadro balcânico oferece muito mais posicionamentos adequados ao tipo de cirurgia.

Os recursos foram garantidos através de emenda parlamentar ao Orçamento da União, indicada para o Hospital de Clínicas da Unicamp pelo deputado federal Paulo Freire. Com a chegada dessas camas, o hospital alcançou a meta de 100% de camas elétricas em todas as unidades de internação da instituição. As camas balcânicas da marca Paramount são importadas e fabricadas por robôs com o rigoroso padrão de qualidade japonês.

A entrega simbólica das camas ocorre nesta sexta-feira (2/08) com a presença do deputado federal Paulo Freire, do reitor da Unicamp Marcelo Knobel, do diretor da Faculdade de Ciências Médicas Luis Carlos Zeferino, do diretor executivo da Área da Saúde Manoel Barros Bértolo e do superintendente do HC Antonio Gonçalves de Oliveira Filho.

De acordo com o chefe da Departamento de Ortopedia e Traumatologia da FCM, Rodrigo Pagnano, as novas camas elétricas com quadro balcânico representam um salto de qualidade para a reabilitação pós-operatória, já que ofertam para equipe de cuidados, diversos níveis de regulagem que permitem que o paciente em tração esquelética, fique exatamente na posição recomendada para uma melhor estabilização das fraturas.

As antigas camas manuais, explica, eram muito limitadas em angulações dificultando os realinhamentos das fraturas durante as fases iniciais do tratamento e após as cirurgias. “Isso sem falar que a movimentação manual aumentava a dor dos pacientes e sobrecarregava a equipe de enfermagem”, ressalta Pagnano.

As novas camas elétricas com quadro balcânico possuem inúmeras opções de posicionamento das barras transversais e longitudinais, roldanas e trapézio para trações de membros inferiores ou superiores. Dispõem ainda de movimentos de elevação, trendelenburg e proclive com comandos individuais e na cabeceira da cama.

Caius Lucilius 
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save