​Unidade Respiratória assegura prêmio em congresso Lean

(20/05/2019) A Unidade Respiratória do Hospital de Clínicas da UNICAMP foi agraciada no dia 10 de maio, com o prêmio de melhor trabalho em A3, no VIII Lean Six Sigma Congress, realizado no Rio de Janeiro. O trabalho premiado foi realizado buscando as soluções e a melhoria contínua na padronização das atividades na área, que atua 24 horas e é responsável por mais de 850 equipamentos de alto valor de mercado.

O relatório A3 é uma ferramenta da metodologia Lean que é usada para descrever problemas, propor soluções e realizar os planos de ação referente a processos de uma determina área ou secção. O projeto do HC da Unicamp concorreu com 64 trabalhos de todo país. “Estar entre os melhores é um indicativo de que estamos consolidando as boas práticas que lastreiam o método Lean Healthcare”, destaca Bruna Parizotto, gerente da Unidade Respiratória.

Segundo Bruna Parizotto, há dois anos a Unidade Respiratória começou a implantar os conceitos Lean, na organização, setorização, fluxo e padronização de rotinas com os funcionários. Nessa etapa inicial, diz, uma parceria com o Grupo de Inovação e Gestão e Saúde da UNICAMP (GIGS) ajudou a colocar os conceitos estudados pela equipe em prática.

Alice Sarantopoulos, membro do GIGS, parceira e tutora do projeto, recebeu o prêmio em nome da equipe do HC no evento realizado no Centro Universitário UNIVERITAS, no Rio de Janeiro. Cerca de 300 pessoas de diversas categorias participaram do evento.

Bruna reafirma que toda a equipe da Unidade está engajada com o projeto. "Cada pessoa com seu potencial ajudou de uma determinada forma. O espaço foi sendo organizado, identificamos os setores, tiramos os equipamentos do corredor, identificamos os processos, melhoramos o fluxo e aos poucos a nossa cultura também foi mudando".

O trabalho realizado pela equipe da Unidade respiratória teve um expressivo impacto na assistência do hospital, uma vez que, facilitou, melhorou e agilizou a logística de cuidado e distribuição de máquinas e equipamentos na instituição. “Tudo sem nenhum investimento ou custo adicional e apenas com a implantação das mudanças no processo do dia-a-dia”, enfatiza Parizotto.

Para Luciana Maria Costa Monteiro, enfermeira administrativa e assistencial da Unidade Respiratória, o prêmio foi só um reflexo da mudança de atitudes na rotina. "Mais do que esse prêmio, temos uma satisfação muito grande no dia-a-dia e isso só vem pra mostrar que nosso serviço deu certo. Crescemos muito como equipe e nos unimos para fazer uma coisa importante pra todos", assegura Monteiro.

A Unidade é responsável por gerenciar e centralizar parte dos equipamentos médicos hospitalares, que inclui aparelhos como ventiladores mecânicos, bombas de infusão, monitores multiparametricos, cilindros de oxigênio e os acessórios desses equipamentos. Além disso, a unidade também gera estatísticas e verifica, desde a utilização dos equipamentos até seus desligamentos.

Depois dessa experiência, as enfermeiras contam que a incorporação do conceito vale tanto para o dia-a-dia no hospital, bem como na vida pessoal. Para elas, melhorar o atendimento nas áreas assistenciais eliminando os desperdícios de tempo e superando os problemas, é uma oportunidade de melhoria na vida.

Para o superintendente do Hospital de Clínicas da Unicamp, professor Antônio Gonçalves de Oliveira Filho, a busca e a excelência profissional e dos serviços públicos passam hoje por uma revisão cada vez mais fundamentada em uma prática de Melhoria Contínua. “A busca do cuidado centrado no paciente e na sua segurança, aliados a metodologias de gestão enxutas e consagradas como o Lean Healthcare pavimentam nosso HC à excelência”, contextualiza Oliveira Filho.

Para o superintendente, trata-se de um processo - Lean Healthcare - em que todos participam e o benefício é comum a todos, com as melhorias do ambiente de trabalho e da instituição em geral. “Temos apostado nisso e no momento vários projetos estão sendo colocados em prática em outras áreas do Hospital de Clínicas da nossa Universidade”, comemora.

Lean é uma filosofia inspirada em práticas e resultados do Sistema Toyota, focada na redução dos sete tipos de desperdícios (superprodução, tempo de espera, transporte, excesso de processamento, inventario, movimento e defeitos); e o método Lean Healthcare, propõe a mudança da gestão das instituições de saúde, reforçando comportamentos de melhoria contínua como ocorre em empresas e indústrias.

Caius Lucilius com Nicole Almeida
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save