Reitor dá posse ao novo superintendente

(26/06/2018) O cirurgião pediátrico Antônio Gonçalves de Oliveira Filho, cujos pares, alunos e funcionários da área da saúde não conseguem chamar se não de Toninho, é o novo superintendente do Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp para o quadriênio 2018-2022, sucedendo o professor João Batista de Miranda. “A meta é preservar as conquistas alcançadas, o legado de muitas pessoas que vieram antes de mim. E batalhar para que o HC, que já é tão grande e de tantas coisas boas, seja ainda mais fortalecido para oferecer condições cada vez melhores para todos e para a pesquisa, enquanto referência na região e no país”, anunciou o novo superintendente, antes de tomar posse na manhã desta segunda-feira, no auditório da Faculdade de Ciências Médicas.

Diante da grave crise no país, que afeta diretamente o HC da Unicamp, Antônio Oliveira Filho considera que para manter a sustentabilidade não apenas do hospital, mas de toda a área da saúde, é necessário buscar mais recursos extra-orçamentários. “Isso já vem sendo feito, com idas a Brasília para solicitar emendas parlamentares e em negociações com a Secretaria de Estado da Saúde; outra alternativa é viabilizar parcerias com a iniciativa privada. Vamos trabalhar também em processos de segurança no cuidado ao paciente. Outra meta é obter uma certificação, para termos um hospital acreditado, além de qualificado e competente.”

João Batista de Miranda, que deixa a superintendência, ressalta que o HC, além da questão do ensino, tem o imenso desafio de prestar assistência médica a uma população de 6 milhões de pessoas, sendo responsável pela maior parte do atendimento de alta complexidade. “É de suma importância manter o HC entre os melhores. Foi nessa gestão que o hospital investiu o maior volume de recursos para sua modernização, o mesmo acontecendo com os custeios, algo em torno de 36 milhões de reais – recursos que vinham sendo trabalhados desde as gestões dos professores [Luiz Carlos] Zeferino e Manoel [Bértolo] e que se originam do orçamento da União, principalmente através de emendas parlamentares.”

O reitor Marcelo Knobel, que presidiu a cerimônia de posse, agradeceu a dedicação e esforço de João Batista de Miranda à frente do HC nesse momento de crise, e desejou sorte e bom trabalho a Antônio Gonçalves de Oliveira Filho frente às enormes dificuldades que tem pela frente. “Precisamos que a Secretaria [de Estado da Saúde] dê maior aporte de recursos para as áreas de saúde da Unicamp e também da região. Tive a oportunidade de ir com Miranda e Toninho à Câmara dos Deputados, onde a Unicamp é sempre muito bem recebida, mas a luta é difícil porque os parlamentares recebem milhares de demandas. Melhorar a infraestrutura, contratar mais pessoal e aumentar o salário de todos são metas a atingir de maneira política, pois o modelo atual não se sustenta no longo prazo, com o crescimento do hospital e da própria Unicamp.”

Texto: Luiz Sugimoto

Fotos: Antonio ScarpinettiBeatriz Bittencourt

 
Share/Save