Bertolo assume a nova Diretoria Executiva da Área da Saúde

(13/06/2017) O reitor da Unicamp, professor Marcelo Knobel, apresentou oficialmente a diretores da área da saúde da Universidade, na manhã desta segunda-feira (12), a recém-criada Diretoria Executiva da Área da Saúde (Deas) e o diretor da unidade que será o professor Manoel Barros Bertolo. A Deas terá como objetivo melhorar a assistência hospitalar e facilitar a interação com o ensino e a pesquisa da área da saúde da Universidade. O encontro aconteceu na sala de reuniões do Gabinete do Reitor. A nova diretoria ficará ligada à Reitoria.

Marcelo Knobel comentou que uma questão prioritária da nova diretoria é a busca de repasse de recursos da Secretaria de Saúde para a Unicamp. Ele também disse que o órgão deverá agregar todas as demandas da área da saúde e buscar agenda política com o município, com o Estado e com o governo federal. "A ideia é avançarmos no financiamento e na organização do sistema. Mas, para isso, tudo será estudado muito cuidadosamente. Sabemos que o histórico da saúde está difícil no nosso país nesse momento. Por isso mesmo devemos perseguir soluções e trabalhar estrategicamente.”

Ele contou que, além da nova diretoria – a Deas –, outros quatro órgãos terão status de pró-reitoria. São eles a Diretoria Executiva de Planejamento Integrado (Depi), a Diretoria Executiva de Ensino Pré-Universitário (Deepu), a Vice-Reitoria Executiva de Administração (Vrea) e a Vice-Reitoria Executiva de Relações Internacionais (Vreri).

O reumatologista e ex-superintendente do HC, Manoel Bértolo, comentou que agora a Diretoria Executiva da Área da Saúde deve montar um grupo. A expectativa é que a Reitoria trabalhe de maneira mais próxima de todas as unidades envolvidas, que a nova diretoria facilite o seu acesso e acelere resoluções. "O deficit na área da saúde deverá ser melhor dimensionado. Já estão agendadas reuniões com a Diretoria Regional de Saúde e com a Secretaria Municipal de Saúde, a fim de apresentar propostas de financiamento. Vamos formar a diretoria e ter um conselho que deve congregar representantes de todas as áreas da saúde”, revelou Manoel Bértolo.

A coordenadora geral da Universidade, professora Teresa Dib Zambom Atvars, salientou que a criação de uma comissão especializada ajuda a tomar decisões qualificadas em assuntos estratégicos como esse, para obter soluções adequadas. “Não dá para organizar a Universidade de um modo não qualificado. É preciso buscar recursos humanos que tenham experiência e conhecimento no assunto.”

Ainda competirá à Deas realizar estudos e projetos prospectivos para a definição do plano diretor da área da saúde numa perspectiva de longo prazo; assessorar a administração central em assuntos relacionados às plantas físicas da área hospitalar e de assistência; e representar a Unicamp nas discussões que envolvam os assuntos da área, entre outras designações.

Participaram da reunião, além do reitor e da coordenadora geral, os docentes João Batista de Miranda, superintendente do Hospital de Clínicas (HC); José Roberto Matos, coordenador de administração do HC; Joaquim Bustorff, chefe de Gabinete; Ivan Toro, diretor da Faculdade de Ciências Médicas (FCM); Manoel Bértolo, diretor da Deas; Margareth Castro, coordenadora do Hemocentro; Maria Isabel Pedreira de Freitas, diretora da Faculdade de Enfermagem (FENf); Julia Shinzato, representante do Hospital da Mulher - Caism; Patrícia Leme, coordenadora do Centro de Saúde da Comunidade (Cecom); e Pablo Vargas, diretor interino da Vice-Reitoria Executiva de Relações Internacionais (Vreri).

Share/Save