Liga do Trauma planeja implantar P.A.R.T.Y. em outros hospitais

(19/05/2017) ​O P.A.R.T.Y. Campinas desta terça-feira (16-05), foi especial. Além de receber 40 alunos da E.E. Carlos Gomes, também reuniu representantes de Serviços de diversas regiões do país, interessados em conhecer mais detalhadamente o funcionamento do programa com o objetivo de implantar em suas regiões.

Estiveram presentes 18 convidados de São José dos Campos (SP), Campinas (SP), Manaus (AM), Maranhão (MA), Maceió (AL), Passo Fundo (RS), Canoas (RS) e Florianópolis (SC).

Em Campinas (SP) atualmente há dois centros do Programa P.A.R.T.Y.  (Hospital de Clínicas da Unicamp e PUC-Campinas), sendo que em breve poderá ser implantado o terceiro centro na cidade, no Hospital Mário Gatti. Dessa forma, todos hospitais terciários públicos da cidade possuirão centro ativo do Programa P.A.R.T.Y. 

Thiago Calderan, orientador da Liga do Trauma da Unicamp, frisa que “é muito importante a ampliação do programa P.A.R.T.Y em outros centros do Brasil e mundo para estimular a prevenção ao trauma”. Ele ressalta ainda que “para montar um programa é essencial que os envolvidos vivenciem esta experiência e respeitem os princípios do P.A.R.T.Y., originado no Canadá. Este foi o segundo passo, segundo ele. O primeiro é querer. O terceiro está em firmar parcerias, porque nenhum centro na situação do Brasil consegue manter e crescer sem parcerias firmes”, reforça.

A edição especial do P.A.R.T.Y. Campinas fez parte da programação do Maio Amarelo na cidade, aproveitando a presença dos convidados que também participarão da II Jornada SBAIT de Prevenção ao Trauma e II Simpósio Internacional do Programa P.A.R.T.Y, que contará com a presença da fundadora do Programa P.A.R.T.Y., Joanne Benfield. Esses   eventos ocorrerão durante o “Campinas 2017”, que reunirá de 18 a 20 de maio em Campinas (SP), três grandes eventos, incluindo o XIX Congresso Brasileiro das Ligas de Trauma.

Sobre o Programa P.A.R.T.Y. 
O Programa P.A.R.T.Y.  (Prevenção do Risco de Trauma Relacionado ao uso de Álcool na Juventude) foi iniciado no Centro de Ciências da Saúde de Sunnybrook em janeiro de 1986 com a ajuda da enfermeira emergencista Joanne Banfield. Desde então, o Programa P.A.R.T.Y. foi entregue a mais de 1 milhão de jovens e já expandiu-se para mais de 100 programas ao redor do mundo.

Voltado para estudantes que cursam os últimos anos do Ensino Médio, faixa etária prestes a obter a Carteira Nacional de Habilitação – CNH, o programa propõe uma reflexão com esses jovens sobre os riscos que estão sujeitos no trânsito, caso escolhas ruins sejam feitas. Durante as oficinas, os estudantes assistem palestras e conhecem de perto a realidade de uma

P.A.R.T.Y. Brasil
O primeiro Programa P.A.R.T.Y. no Brasil  foi implantado em Ribeirão Preto no ano de 2008 e a partir daí cresceu para as cidades de Sorocaba, Vitória e Campinas, atuando com dois centros. Em 2013, tornou-se P.A.R.T.Y. Brasil, vinculado à Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT). Objetivo é ampliar o programa para todas as regiões do país.

Para saber mais sobre o P.A.R.T.Y., visite o site P.A.R.T.Y. Brasil ou entre em contato com o CoBraLT ( Comitê Brasileiro das Ligas de Trauma) .

Saiba mais informações sobre como implantar um P.A.R.T.Y. em sua região acessando o post: Workshop explica a acadêmicos os passos para a implantação do P.A.R.T.Y. em suas cidades


 

Texto e fotos:
SBAIT News

Share/Save