Feriados, frio e chuvas reduzem estoques de sangue

(27/04/2017) O Hemocentro da Unicamp alerta a população para reforçar as doações de sangue. Os feriados prolongados seguidos do mês de abril provocaram uma queda nos estoques de sangue de 6%, se comparando com o mesmo período do ano passado. A preocupação aumenta em virtude da queda de temperaturas, chuvas e estoque crítico.
 
Uma preocupação maior é com os sangues do tipo RH negativo (A, B, AB e O) que representam, no Brasil e em todo mundo, menos de 12% da população. Caso o estoque total fique abaixo de 50% é grande o risco de cancelamento de cirurgias em diversos hospitais atendidos pelo Hemocentro ou mesmo falta de sangue e hemoderivados para os atendimentos de urgência e emergência.
 
Segundo o diretor do Serviço de Coleta do Hemocentro da Unicamp, Vagner Castro, embora ainda não tenha havido a necessidade de suspensão de cirurgias ou transfusões, a previsão de uma nova queda de temperatura e o feriado do Dia do Trabalho são motivos de preocupação para a instituição.
 
"A possibilidade de agravamento é real pois o consumo dos hospitais tem aumentando. Assim, preventivamente, estamos alertando a população sobre a necessidade da doação de sangue nos próximos dias, minimizando o impacto em nossos estoques e consequente, o risco de falta de sangue em nossa região", informa Castro.
 
Um transplante de fígado, por exemplo, consome em média, oito bolsas de concentrado de hemácia, de sete a oito unidades de plaqueta no mínimo e oito unidades de plasma podendo chegar até 15 bolsas ou mais.
 
Para ser doador é necessário ter de 16 até 67 anos. Um detalhe é que doadores abaixo de 18 anos precisam vir acompanhados por um responsável legal para assinar o termo consentindo a doação. Para ser um doador de sangue também é preciso pesar no mínimo 50 kg; não estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos e, após o almoço, aguardar 4 horas; estar descansado; e não fumar até 2 horas antes e 2 horas depois da doação.
 
Nesse período, outra recomendação é com relação as vacinações contra Influenza e Febre Amarela. Para quem tomou essas vacinas, a recomendação é aguardar 30  dias para doar sangue.
 
O Hemocentro assegura que a doação, respeitando os critérios técnicos, não acarreta qualquer risco para o doador, que antes passa por uma triagem clínica e, observada qualquer irregularidade, é notificado e encaminhado para acompanhamento médico.
 
Diante da situação, a direção do Hemocentro da Unicamp reforça junto à comunidade a necessidade urgente do restabelecimento do número de doações, visando a retomada dos níveis normais dos estoques de hemocomponentes em nossas unidades, prevenindo o comprometimento da assistência médica na região. Maiores informações sobre os locais e horários de coleta podem ser obtidas no site http://www.hemocentro.unicamp.br/ ou pelo telefone 0800-7228432.

Saiba mais nas matérias:
Correio Popular
Rádio CBN
G1 Campinas
TV Band 

Caius Lucilius  com Caroline Roque
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save