HC integra campanha "Abril pela Segurança do Paciente"

(02/05/2016) O Hospital de Clínicas da Unicamp encerrou o mês de abril com resultados positivos na campanha do Ministério da Saúde: "Abril pela Segurança do Paciente". A campanha aconteceu em comemoração ao Dia Nacional da Segurança do Paciente, celebrado no dia 1º de abril. As ações, intensificadas nesse período e coordenadas pelo Núcleo de Segurança do Paciente do HC, visaram conscientizar profissionais de saúde do HC da necessidade da implementação das práticas de segurança dentro dos serviços do hospital.
 
De acordo com o Ministério da Saúde, vários estudos apontam que cerca de 10% dos pacientes internados sofrem algum tipo de evento adverso (EA) em serviços de saúde. Entende-se por EA, o incidente que resulta em dano à saúde. Desta forma, medidas de prevenção destes eventos precisam ser adotadas com vistas a reverter tal panorama nos serviços de saúde. O Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), foi criado em 2013  com o objetivo de contribuir para a qualificação do cuidado em saúde em todos os estabelecimentos de saúde do território nacional.
 
Segundo o coordenador de Assistência do HC, professor Antonio Gonçalves de Oliveira Filho, o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) do HC é a instância responsável pela elaboração, execução e monitoramento das ações e estratégias para a promoção da segurança do paciente, além de orientar a vigilância e o monitoramento de incidentes relacionados à assistência à saúde. "Há alguns anos a qualidade e segurança no atendimento conquistou o interesse de grandes hospitais como o HC da Unicamp e é um caminho sem volta", comenta Oliveira Filho.
 
Entre as metas internacionais sugeridas pela OMS (foto ao lado) para o Núcleo de Segurança do paciente estão a identificação do paciente; prevenção de úlcera por pressão; segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos; cirurgia segura; prática de higiene das mãos em serviços de saúde e prevenção de quedas.
 
Rede Sentinela - Outro avanço importante para o hospital foi a classificação do HC da Unicamp pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA, para categoria "A" (29,1 pontos) dentro do monitoramento das atividades da Rede Sentinela do Ministério da Saúde. O score se refere ao primeiro semestre de 2015 e o HC passou da categoria "C" para "A".
 
De acordo com a ANVISA a intenção do score é dar um retorno às instituições - cerca de 200 no país - sobre perguntas específicas de diversos macrotemas como farmacovigilância; controle e monitoramento de riscos; tecnovigilância, hemovigilância entre outros. "Além da avaliação quantitativa, foi realizada uma avaliação qualitativa dos dados", explica Patrícia Barbosa, da Gerência Geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária da ANVISA.

Caius Lucilius com Isabelle Mancini
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save