HC participa da 18ª Campanha Nacional da Voz

(14/04/2016) Em comemoração ao Dia Mundial da Voz, celebrado em 16 de abril,  médicos e fonoaudiólogos do Hospital de Clínicas da Unicamp promovem nesta sexta-feira (15/4), palestras, orientações e avaliações clínicas sobre a voz, inclusive com exames de laringe. As ações da 18ª Campanha Nacional da Voz acontecem no Ambulatório de Otorrinolaringologia, no segundo andar do HC, das 9h às 16h, por ordem de chegada. Poucos valorizam, mas a voz é de um valor inestimável para a interação social do ser humano e de outras espécies de animais. 

A Campanha da Voz coordenada pela Disciplina de Otorrinolaringologia da Faculdade de Ciências Médicas tem como objetivo orientar as pessoas quanto aos problemas  de voz que podem interferir na qualidade vida e nas relações de trabalho, como professores, operadores de telemarketing, entre outros. Em todo planeta, cerca de 30% da população depende da voz para atividades profissionais diárias.

O Hospital de Clínicas atende mais de mil pacientes por ano com problemas vocais. Com o aumento da conscientização das pessoas em manter a saúde vocal, há chance de reduzir os problemas de voz e outros prejuízos associados. Alguns sintomas como rouquidão, afonia, pigarro, dores constantes na garganta, sensação de incômodo ao engolir alimentos e perda de voz persistentes são relevantes na saúde vocal. Em fumantes, a rouquidão por mais de 15 dias requer maior atenção, precisando ser investigada por um especialista, por ser um grupo de risco para o câncer de laringe.

O Brasil está entre os países que têm as maiores incidências de câncer de laringe, há 15 mil casos diagnosticados por ano, mais da metade deles fatais. "Nesta doença, o fumo é responsável por 97% dos casos de diagnóstico positivo", alerta o professor Agrício Crespo, chefe da Disciplina de Otorrinolaringologia, da Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Essa situação pode mudar. As pessoas precisam prestar atenção em sua voz e procurarem os especialistas na fase inicial das alterações, podendo aumentar a chance de resolverem seus problemas de saúde.

A prevenção da Saúde Vocal está vinculada a cuidados de Higiene Vocal, como ingerir água, evitar gritos, não falar alto constantemente, evitar ambientes que causem alergias. O consumo de cigarro e de álcool são fatores que prejudicam a saúde geral e podem causar distúrbios vocais. Outro alerta dos especialistas que exige atenção imediata é o ato de cuspir sangue ou quando o sangue está presente no muco. A mudança de voz é um dos primeiros e mais importantes sintomas de câncer de garganta.

A Campanha da Voz foi criada em 1999 com participação da Unicamp. Em 2003 foi reconhecida internacionalmente, quando o dia 16 de abril passou a ser o Dia Mundial da Voz. Todas as edições são organizadas pela Academia Brasileira de Laringologia e Voz (ABLV) e a pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF), 

Seja amigo da sua voz. Compareça na Campanha da Voz em 15 de abril.

Leia mais na matéria:

Correio Popular

Caius Lucilius com Edimilson Montalti
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp 

Share/Save