Crósta inaugura nova área do LPC e área de convivência

(11/04/2016) O coordenador Geral da Universidade, Alvaro Crósta, entregou oficialmente nesta segunda-feira (11/04), as instalações de duas novas áreas do hospital: a primeira etapa da reforma Área de Convivência e a Central de Recebimento de Amostras do Laboratório de Patologia Clínica (LPC), ambas próximas à superintendência do hospital, no segundo andar.
 
A Área de Convivência, como o próprio nome diz, é um espaço destinado a todos os colaboradores do HC afim de promover um convívio harmônico no ambiente hospitalar.  Já a nova Central de Recebimento de Amostras do LPC, implantou um sistema de correio pneumático com mais de 500 metros de extensão e uma sala adequada para recebimento de amostras de líquidos biológicos.
 
Humanização – De acordo com o coordenador de administração, José Roberto Matos-Souza a Área de Convivência do HC é um espaço adequado para que os servidores convivam de forma humanizada no ambiente hospitalar. “Foram feitas melhorias no ambiente e oferecimento de conforto aos usuários com acesso à internet para uso individual ou em grupos. A necessidade foi percebida após consulta ao departamento de RH e aos colaboradores do hospital”, afirma Souza.
 
Nesta primeira etapa da reforma, o espaço conta com área de descanso coletivo e poltronas individuais, além da adequação da rede de wi-fi do hospital. A reforma foi realizada pela Divisão de Engenharia e Manutenção (DEM), sob a supervisão do arquiteto Eduardo Marotti Corradi. Também foi montado uma bancada com quatro computadores para uso dos colaboradores. Oito cachepots com plantas ornamentais completam a decoração do ambiente.
 
A segunda etapa - ainda a ser definida - prevê a climatização de toda área, readequação da portaria, colocação de portas automáticas e modernização da clarabóia com estrutura de alumínio e vidros especiais para manutenção da climatização.
 
Rapidez – Já a nova Central de Recebimento de Amostras do LPC foi reformada, ampliada e implantou o sistema de correio pneumático, que interliga estações da UER e do Centro Cirúrgico (Gasometria) destinando de forma rápida amostras de líquidos biológicos (sangue, urina, líquor, líquido pleural, ascítico e entre outros) para o Laboratório de Patologia Clínica, que faz a análise e libera os exames no sistema.
 
Segundo com o diretor técnico do Laboratório de Patologia Clínica (LPC), professor Kleber Yotsumoto Fertrin, com o sistema de correio pneumático as amostras são direcionadas com mais agilidade do que da forma manual, implantada anteriormente. “O sistema novo permite que a amostra chegue em menos de um minuto à nossa central, enquanto antes, era necessário que um funcionário fosse designado para levar em mãos”, afirma Fertrin.
 
O diretor do LPC ainda ressalta que esta redução significativa do tempo para liberação dos exames, auxilia o trabalho da equipe médica. “As amostras chegarão rapidamente ao laboratório, o que se traduz em menor tempo entre a coleta do exame e a liberação do resultado. Isso permitirá maior agilidade por parte dos médicos na tomada de decisões, especialmente em situações críticas como as que ocorrem no centro cirúrgico e na UER”.
 
Sistema – O correio pneumático é um sistema que consiste em três estações interligadas através de tubos de PVC que direcionam uma cápsula interna (recipiente de acrílico que transporta as amostras). A cápsula é provida de sistemas de amortecimento com borrachas especiais que evitam impactos fortes no recipiente. Estiveram presentes colaboradores, docentes, alunos e representantes da reitoria.
 
O engenheiro Sérgio Lacerda, diretor da Divisão de Engenharia e Manutenção (DEM), conta que a cápsula se movimenta horizontalmente. As estações foram instaladas na Unidade de Emergência Referenciada (UER), Gasometria (Centro Cirúrgico) e Laboratório de Patologia Clínica (LPC) ambas no 2º andar do HC.
 
As amostras são encaminhadas da UER e da Gasometria para o LPC, sendo que o caminho inverso somente é feito quando alguma amostra está com problemas de identificação ou acondicionamento inadequado. Os resultados dos exames são liberados diretamente no sistema de informática e ficam disponíveis para a equipe médica em todos os computadores do HC.
 
“Além da agilidade, este sistema é totalmente seguro para o transporte de amostras, pois a cápsula carrega as amostras sem que haja impacto algum, através da pressurização de ar comprimido. Além disso, esta obra atende todos os padrões técnicos estabelecidos pela Vigilância Sanitária”, afirma Lacerda.
 
O coordenador de administração também ressalta os principais pontos da instalação do correio pneumático. “O benefício é claro na segurança das amostras e diminuição do risco de transporte de líquidos biológicos. É uma ação do HC que auxilia os servidores e pacientes em rapidez e segurança”, aponta Souza.

Caius Lucilius com Isabelle Mancini
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp 

Share/Save