Aedes aegypti é tema de atividades na pediatria do HC

(03/03/2016) Durante todo o mês de março o projeto Brinquedoteca do ambulatório de pediatria do Hospital de Clínicas da Unicamp tem desenvolvido atividades lúdicas relacionadas ao combate do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya e do vírus zika.
 
De acordo com a responsável pelo projeto, a enfermeira Yvete Balabanian, o intuito das atividades é promover uma extensão, entre a universidade, serviço hospitalar e a sociedade civil. “As brincadeiras e pinturas não são apenas lúdicas, mas também educativas. Cada criança ao pintar um desenho explicativo sobre o processo evolutivo do mosquito, por exemplo, leva para a casa e fala para a família. Isso se multiplica e auxilia ainda mais no combate”, explica.

O projeto conta com três monitoras estudantes de pedagogia da Unicamp, que montam uma grade de atividade conforme as datas comemorativas e assuntos de relevância social. “As atividades relacionadas ao mosquito já estavam no nosso planejamento para este período e coincidiu de este assunto estar em evidência na mídia, com relação aos casos de microcefalia ligados ao zika, e também pelo aumento no número de casos de dengue”, afirma a enfermeira. 
 

A monitora e estudante de pedagogia Bianca Fernanda Zorzi conta que abordar nas brincadeiras o combate ao mosquito é muito importante, pois auxilia na formação das crianças. “Se elas aprendem desde cedo que não pode deixar lixos espalhados e objetos com água acumulada, acredito que futuramente será mais fácil de controlar estas doenças”, ressalta.

A responsável pelo projeto Brinquedoteca ainda ressalta que o programa promove um ambiente humanizado através da integração entre as crianças atendidas no ambulatório, com atividades sócio-educativas. Durante o intervalo entre as consultas são disponibilizados brinquedos, livros, gibis, atividades de pintura e entre outros exercícios. Todos os materiais são esterilizados antes e após o uso, cumprindo normas de higiene hospitalar, afim de evitar transmissão de bactérias e vírus.
 
Serviço – O Ambulatório de Pediatria do Hospital de Clínicas da Unicamp atende uma média de 150 crianças diariamente, até a faixa etária de 15 anos. São atendidas as mais diversas especialidades entre elas, pneumologia, endocrinologia, diabetes, neurologia e entre outras.

Caius Lucilius com Gabriela Troian
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save