Suspensa internações de viroses respiratórias em crianças no HC

(13/05/2015) O Hospital de Clínicas da Unicamp informa que, por medida de precaução, restringirá temporariamente por 120 horas - até terça-feira 19 -, as internações de crianças com quadros respiratórios graves, encaminhados pela rede ou de procura espontânea na Unidade de Emergência Referenciada (Pronto-Socorro Pediátrico). Hoje são 21 crianças nessa situação, todas com poucos meses de nascimento, algumas com menos de 30 dias.

A medida é necessária em função da superlotação da UTI pediátrica e da enfermaria pediátrica com pacientes portadores dessas doenças. A UTI Pediátrica do HC tem capacidade para atender 10 pacientes com todo suporte de ventilação e equipe, porém outros 11 pacientes estão fora da UTI com o mesmo suporte." Essa é a primeira vez que a enfrentamos um problema com essa dimensão, já que em outros anos temos em média quatro crianças com esses problemas", explicou a professora e pediatra Teresinha Tresoldi.

Em coletiva de imprensa, a direção da Pronto Socorro Infantil e das Unidades de Internação Pediátrica esclareceram que as equipes médicas, de enfermagem e de fisioterapia estão sobrecarregadas com os pacientes na enfermaria e que, caso a superlotação se mantenha, poderá haver comprometimento da qualidade da assistência, inclusive com risco de óbito, caso continuem a chegar novos pacientes.

Entretanto, Tresoldi enfatizou que ninguém ficará sem atendimento se chegar ao hospital com crianças em estado grave, seja por doenças respiratórios ou qualquer caso. O serviço de regulação de vagas - CROOS -  foi avisado sobre a restrição temporária.

Marcelo Reis, coordenador da UER Pediátrica ressalta que crianças com esses tipos de doenças, que se agravam no outono e inverno, necessitam de diversos equipamentos para suporte terapêutico, sendo o principal deles os ventiladores mecânicos. "Após essa crise estaremos avaliando os fatores epidemiológicos que possam ter ocasionado essa sobrecarga atípica de doenças respiratórias nesse ano", disse.

Diante da situação, a superintendência está alugando em caráter emergencial 11 aparelhos de ventilação mecânica. O HC possui 117 respiradores, mas alguns estão em manutenção e outros quebrados. Todo o estoque do HC - inclusive o estratégico - está em uso com esses pacientes. Um novo edital em fase final prevê a compra de 32 equipamentos até o final do ano.

O diretor da FCM, professor Ivan Toro esteve na coletiva e colocou a estrutura da FCM à disposição do Hospital de Clínicas da Unicamp para normalizar o mais rapidamente os serviços da UER Pediátrica e da Enfermaria de Pediatria.

Leia mais nas matérias dos veículos: 
Folha de S. Paulo
Portal Uol
Correio Popular aqui, aquiaqui e aqui
Portal G1 Campinas aqui e aqui
Rádio CBN Campinas aqui e aqui
Jornal Destak
Jornal Metro
Jornal TodoDia aqui e aqui

Ouça mais nas matérias da Rádio CBN Campinas aqui, aqui e CBN São Paulo aqui

Assita mais nas matérias veiculadas no Jornal da EPTV 2ª Edição aqui, Band Cidade aqui e Jornal da VTV aqui

Caius Lucilius com Caroline Roque
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save