Ex-coordenadores da UTI do HC recebem homenagens

(25/11/2016) Os quatro ex-coordenadores da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Clínicas da Unicamp foram homenageados na manhã dessa quinta-feira (24-11), com a inauguração de uma galeria de fotos do ex-professor Renato Giuseppe Giovanni Terzi, que coordenou a área de 1986 a 1996, do professor Sebastião Araújo (1996-2006), do professor Antônio Eiras Falcão (2006 a 2014) e do professor Luiz Cláudio Martins (2014-2015). A cerimônia integrou as atividades alusivas aos 30 anos do setor.
 
A atual coordenadora da unidade, professor Desanka Dragosavac, iniciou a homenagem apresentando a trajetória da divisão de terapia intensiva do HC.  “Nós estamos comemorando trinta anos da UTI, muitos anos de trabalho, muitos anos de comemorações, muitos anos de alegria, muitos pacientes salvos e nós crescemos muito profissionalmente dentro desta instituição”, celebra Desanka.
 
De acordo com a atual coordenadora, a unidade opera em uma tríplice de atuação: assistência, pesquisa e ensino. “A terapia intensiva é uma profissão multidisciplinar, na qual trabalham uma equipe de várias profissões, entre médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e administradores”, explica.
 
A UTI do HC possui 318 membros, entre eles docentes, médicos diaristas, médicos plantonistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, pessoas de apoio, fisioterapeutas e profissionais de administração. A área dispõe de 50 leitos para assistência e mais 16 estão sendo credenciados.
 
A festividade contou com a presença do diretor da Faculdade de Ciências Médicas (FCM), Ivan Felizardo Contrera Toro. “Hoje estou como diretor e a alegria é muito grande, em ver um local que tem um serviço extremamente competente, e que forma pessoas de uma maneira muito adequada, sejam residentes, cursos de especialização, alunos que passam pela UTI, especialidades que convivem aqui dentro, isso tudo faz um conjunto de saber que é fundamental nos nossos médicos”, disse Toro.
 
Os homenageados prestaram depoimentos emocionantes durante o evento. “Sai daqui há dez anos e vejo que o crescimento na UTI foi muito grande, parabéns por terem chegado nesse ponto de excelência”, disse Renato Giuseppe Giovanni Terzi, primeiro coordenador da UTI.
 
O professor Sebastião Araújo disse sentir-se feliz com o resultado dos trabalhos no local. “Fico muito contente em saber que o que a gente começou lá atrás tem dado muitos frutos, aliás, com uma rapidez muito maior agora, pois com o auxílio de pessoas qualificadas, com visão científica, as coisas caminham muito mais rápido”, contou Araújo.
 
Já Antônio Luis Eiras Falcão contou um pouco de sua trajetória e afirmou que os profissionais da UTI são como grandes amigos.“A minha primeira preocupação como coordenador foi manter a estrutura que o Terzi e o Sebastião deixaram. Foi como seria a UTI perante a Universidade, a FCM, e a Associação de Medicina Intensiva Brasileira assumindo com a responsabilidade, isso de fato me marcou”, relembrou Falcão.
 
O mais recente coordenador, Luiz Cláudio Martins, que esteve no posto até o ano de 2015, disse se sentir honrado em estar ao lado de grandes nomes. “Esse momento é um presente de Deus na minha vida, pois estar entre o Dr. Renato, Dr. Sebastião e Dr. Antônio é algo que pesa absurdamente”, agradeceu Martins.
 
A representante dos médicos formados em 2015, Gabriela Paes Leme, fez um discurso emocionado em nome de todos os formandos. Após as comemorações, a galeria de fotos dos ex-coordenadores e dos nomes de todos os residentes de 1986 a 2015 teve um descerramento simbólico. Na recepção, foi descerrado o quadro com o logo da UTI.

 
 Caius Lucilius com Isabelle Mancini

Assessoria de Imprensa do HC Unicamp 

Share/Save